Sandro Brechane Foto: Ricardo Moura
A credibilidade da informação prestada pelo site da prefeitura nesta sexta-feira (03) é de difícil credibilidade, dizem ter mas não o tem, primeiro temos obrigatoriamente que dizer que milhares de atletas pra ticando algum esporte diariamente já tínhamos antes em administrações anteriores e competições se multiplicam com recursos particulares e não do erário publico.

A participação de novos atletas tem muito a ver com a credibilidade do evento, quem organiza e a devida divulgação que se da competição, mas primeiramente pelo planejamento tendo amplo conhecimento da área de atuação.

Cabe lembrar que recentemente aconteceram até boicotes ao campeonato municipal de futsal devido a problemas relacionados a organização e regulamento e sem contar a ausência das categorias de base no cronograma das competições municipais de futsal.

O esporte é colaborador da saúde e pode garantir uma melhor qualidade de vida para o cidadão, é obrigação moral dos governos garantirem este acesso e também a inclusão social que ele promove.

A importância do coordenado do Núcleo de esportes da Prefeitura Paulo Oberti Penning, em manter um cotidiano semanal de atividades que envolvem a comunidade escolar, atletas e população em geral é indiscutível, uma obrigação que deve ser ampliada para que um maior número de cidadãos pagadores de impostos possam ser beneficiados.

Dentro das especificações sobre a contratação do quadro de arbitragem não bastam apenas transparência e seriedade, indispensável conhecimento teórico e pratico através de formação do árbitro que vai prestar o serviço, a profissão de árbitro esportivo é regulamentada por lei, o que distingue os profissionais são aqueles federados, Confederados e os que integrem o quadro Internacional, para isso uma empresa séria e qualificada se faz necessário. 

Diferentemente como afirma o secretário municipal da fazenda de Canguçu Fabris Prestes
O responsável pela empresa de arbitragem informou ao Canguçu Sports que não recebia os valores referentes à arbitragem há cinco meses, que o valor que deveria ser quitado em dezembro ainda não teria sido efetivado.

Pelo referencial que é Sandro Brechane no cenário internacional e nacional da arbitragem não cremos que o mesmo tenha faltado com a verdade ou até mesmo tenha se equivocado.

Da mesma forma que muitos dos organizadores de competições que receberam promessas de auxilio as competições e até agora nada.

Vale lembrar também que nenhuma ação nova foi realizada no município de Canguçu, todas as atividades existentes já fazem parte da história da cidade a mais de 8 anos, e nos cabe perguntar o motivo da falta de convênios com a Secretaria Estadual de Esporte e Lazer ou até mesmo com a antiga FUNDERGS, quantos projetos foram apresentados ao governo federal para o incentivo ao esporte, quadras escolares com emendas parlamentares são o único sinal de investimento federal.

Certamente o esporte em Canguçu é um fator diferencial na vida da comunidade, muitos esportes, uma grande variedade e poucos contemplados em mais de oito anos de cobertura esportiva somos prova que Canguçu respira muitos esportes.

Tentamos o contato com o responsável da fazenda e não obtivemos exito.

Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: