Foto: Jonathan Silva / GEB

Foi um jogo histórico. Se já havia o elemento de uma partida da segunda competição mais importante do país, a Copa do Brasil, as duas equipes, Brasil e Atlético Paranaense, trataram de dar fatores ainda mais valorosos para o jogo. O resultado mostrou aquilo que o torcedor comemorou: um rubro-negro bravo, organizado, competitivo e grande. O 1 a 1 no placar leva a decisão para o Paraná, onde no dia 14 de abril, as duas equipes voltam a se enfrentar pela partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil.

A Maior e Mais Fiel voltou a lotar as dependências do Bento Freitas. Cantando como sempre, empurrando os atletas rubro-negros, os torcedores viram, aos 3 minutos, em um contra-ataque, Marcos Paraná disputar bola com Weverton e ela sobrou para Ramon tentar encobrir o arqueiro. A bola passou pelo lado do gol. Aos 17, outro contra-ataque perigoso. Marcos Paraná lançou Ramon, que ajeitou e chutou cruzado, sem sucesso. No minuto seguinte, Paraná arriscou de longe e Weverton defendeu.

Diogo Oliveira, aos 22, fez boa jogada no fundo e bateu pelo lado do gol dos paranaenses. No minuto seguinte, Felipe Garcia cruzou e Ramon tentou de voleio, mas não conseguiu abrir o marcador. Aos 24, Marcos Paraná chutou e a bola saiu por cima do gol. Aos 26, Diogo Oliveira fez boa jogada e cruzou, a zaga cortou e a bola ficou com Brock, que batalhou, fez a jogada na linha de fundo e cruzou. Ramon mandou para fora.

No final da primeira etapa, aos 44, o Atlético Paranaense saiu em contra-ataque, Walter cruzou e Marcos Guilherme empurrou para o gol. A resposta Xavante veio aos 46, quando Brock cobrou falta para a área e Cirilo desviou de cabeça com perigo.

O Brasil voltou para a segunda etapa disposto a repetir a bela atuação dos 45 minutos iniciais. Aos 19 minutos, Felipe Garcia desviou de cabeça e Nathan apareceu por trás da zaga, dominou e bateu rasteiro. A bola passou pelo lado direito de Weverton. Aos 22, Nathan aproveitou cruzamento e cabeceou para defesa do goleiro paranaense.

Aos 28, Nathan cruzou com perigo e a zaga afastou o que seria o gol de empate do Brasil. Mas aos 31 um paranense brilhou. Mas não foi o Atlético, mas sim Marcos Paraná, para a alegria da Maior e Mais Fiel. Nathan recebeu passe de Diogo Oliveira e cruzou para Paraná empurrar para as redes. Festa na Baixada. Tudo igual no placar.

A dupla Marcos Paraná e Nathan ainda tentou, aos 36, fazer o segundo gol. Paraná tocou para Nathan, que deixou o marcador no chão e cruzou para Felipe Garcia, que chegou chutando e Weverton fez uma grande defesa.

O resultado leva o Brasil para a segunda partida da primeira fase da Copa do Brasil. O jogo será realizado no dia 14 de abril, na Arena da Baixada. Uma vitória simples ou empate com mais de dois gols classificam o Brasil. A repetição do 1 a 1 leva o duelo para os pênaltis.

Agora, o Brasil volta a focar no Gauchão. Na próxima segunda (21), às 20h30, em Novo Hamburgo, o rubro-negro enfrenta os donos da casa, no estádio do Vale.

Ficha técnica:

Brasil: Eduardo Martini, Wender, Cirilo, Teco, Brock, Leandro Leite, Fernando Cardozo (Weldinho), Diogo Oliveira, Felipe Garcia, Marcos Paraná (Gustavo Papa) e Ramon (Nathan). Técnico Rogério Zimmermann

Atlético-PR: Weverton, Eduardo, Christian Vilches, Thiago Heleno, Pará, Pablo Felipe, Deivid, Jadson, Nikão (Giovanny), Marcos Guilherme (Vinicius) e Walter (André Lima). Técnico: Paulo Autuori.

Gols: Marcos Guilherme 44min1T (A); Marcos Paraná 31min2T (B)
Cartões Amarelos: Fernando Cardozo e Diogo Oliveira (B); Deivid, Jadson, Pará e Vinicius (A)
Cartão Vermelho: Vinicius (A)

Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: