Se existe um livro dos grandes jogos da história do futebol, certamente a partida entre Brasil e Juventude, na noite deste sábado (1), estará entre elas. A partida, disputada no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, colocou frente a frentes os dois únicos invictos das três principais divisões do Brasileirão. Depois de noventa minutos de encher os olhos, o placar de 3 a 2, construído fora de casa, colocou o Brasil na liderança isolada do Grupo B da Série C do campeonato nacional . Leandrão, duas vezes, e Alex Amado, marcaram os gols Xavantes.

O primeiro tempo foi mais do que emocionante. O Brasil fazia uma partida impecável, construindo jogadas e buscando o gol, quando sofreu um choque: Mailson acertou um belo chute a abriu o placar para o time jaconeiro. Não demorou muito e o trocou veio. Leandrão, aos 24, empatou em cobrança de pênalti. A igualdade no placar iria para o intervalo, mas não seria no 1 a 1. Aos 45, Wallacer colocou o time da casa na frente, em cobrança de falta. Ainda comemoravam os torcedores caxienses, quando Alex Amado, no minuto seguinte, fez um golaço e deixou tudo igual.

A segunda etapa mal havia iniciado quando Wender cobrou escanteio pela esquerda, a bola ficou em uma verdadeira confusão na área e Leandrão, o maior artilheiro da terceira divisão, colocou ela para o fundo das redes. O Brasil ainda teve boas chances de ampliar e o Juventude buscava o empate, mas no final, vitória rubro-negra em um jogo onde as duas equipes mostraram o porquê chegaram invictas até o duelo. Foi um grande jogo e uma gigante vitória Xavante.

Agora, o time do técnico Rogério Zimmermann encara a Portuguesa, na segunda (10), às 20h30, no estádio Bento Freitas. O Brasil é líder do Grupo B da Série C com 20 pontos ganhos.

O JOGO

Antes de a bola rolar, duas situações faziam da partida especial. A primeira, a situação dos dois clubes. Invictos, Brasil e Juventude chegavam para o duelo com muitas expectativas. O torcedor tinha a certeza de que seria uma ótima partida. A segunda, a incerteza por conta do início do jogo. A Brigada Militar chegou no estádio perto da hora do certame. Uma manifestação de familiares no quartel dos militares impedia a saída dos servidores para o estádio. Problemas que foram sentidos no lado de fora do Jaconi. Sem segurança, a torcida caxiense, de forma covarde, agrediu um grupo de torcedores rubro-negros que estavam a espera da abertura dos portões. O mais grave: entre os agredidos estavam crianças e idosos.

Depois de todos os problemas contornados, somente o futebol voltou a ser as únicas atenções em Caxias. Logo no minuto inicial,  Leandrão tocou para Cleiton, que bateu da entrada da área e quase abriu o placar. Aos 5, Xaro cobrou escanteio pela direita e Washington, na primeira trave, desviou de cabeça. A bola passou na frente do gol de Elias e se perdeu pela linha de fundo. O mesmo Xaro, aos 11, roubou bola no meio do campo, tabelou com Alex Amado e cruzou. A zaga conseguiu o corte sobre a linha. A bola sobrou para Amado, que chutou prensado.

As duas equipes seguiam fazendo uma ótima partida quando, aos 17 minutos, Maílson acertou um belo chute de fora da área e abriu o placar para o Juventude. Aos 20, Wender cobrou falta pela esquerda, Leandrão subiu alto e cabeceou forte. Elias fez um milagre. Dois minutos depois, Alex Amado fez boa jogada e cruzou. Diogo Oliveira, dentro da área, foi agarrado. Pênalti para o Brasil. Leandrão, o artilheiro Xavante, correu para a bola e deixou tudo igual no Alfredo Jaconi.

Elias, aos 29, salvou cruzamento de Alex Amado. Já aos 38, Wender cruzou rasteiro e Alex Amado desviou. O goleiro jaconeiro fez ótima defesa. Aos 43, Diogo Oliveira recebeu passe, driblou dois marcadores e bateu firme. A bola passou pela esquerda do gol do Juventude.

Aos 45 e 46 minutos do primeiro tempo, dois lances que incendiaram a partida. No primeiro, em falta quase na linha da grande área, Wallacer cobrou com categoria e deixou os donos da casa na frente do marcador. No segundo, um minuto depois, a bola mal havia rolado depois do gol jaconeiro e Leandro Leite lançou Leandrão, que deu um leve toque na bola e deixou Alex Amado em posição de chutar. O Baixinho, de primeira e de fora da área, acertou um belo chute, no ângulo direito de Elias e deixou - mais uma vez - tudo igual em Caxias do Sul.

Os times voltaram do intervalo e o sorriso no rosto dos torcedores de Brasil e Juventude mostrava que o primeiro tempo tinha sido digno da grandeza dos clubes. Mas foram os rubro-negros quem tiveram motivos para sorrir ainda mais. E logo no primeiro minuto veio o golpe fatal. Wender cobrou escanteio pela esquerda, a bola ficou sem dono na área e Leandrão, o maior artilheiro Série C do Brasileirão, empurrou ela pra rede, marcando o incrível nono gol em dez jogos.

No sexto minuto da etapa final, Wender cobrou escanteio pela esquerda e Leandrão subiu alto para cabecear. A bola saiu por cima do gol de Elias, era quase o replay do terceiro gol Xavante. Aos 11, Xaro cobrou falta pela direita e Leandro Camilo, na segunda trave, cabeceou com perigo. Aos 24, Jô acertou um chute em Xaro, levou cartão vermelho e foi pro banho mais cedo. Aos 28, Xaro cruzou e Leandrão desviou para o gol, mas a zaga jaconeira conseguiu evitar que o quarto gol rubro-negro fosse marcado na partida.

Aos 31, Diogo Oliveira cobrou escanteio e Leandro Camilo cabeceou para fora. Aos 47, um lance impressionante. Felipe Garcia lançou Diogo Oliveira. O Maestro balançou na frente do goleiro, deixou Elias para trás, foi desequilibrado pelo marcador e empurrou para o gol. A torcida já comemorava, quando para surpresa de todos, a bola encontrou a trave. Seria um golaço.

A Maior e Mais Fiel já estava contente. Nas quatro vezes em que o Brasil jogou em Caxias do Sul em 2015, conquistou um empate e impressionantes três vitórias, diante de adversários de peso como Juventude e Caxias. O time do técnico Rogério Zimmermann, com a vitória, chegou ao vigésimo ponto e lidera o Grupo B da Série C do Brasileirão.

FOTO: Carlos Insaurriaga e Jonathan Silva / GEB

Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: