Se fazer cera e matar tempo em um jogo de futebol fosse crime, o Tupi estaria condenado a prisão perpétua. No último jogo do primeiro turno da Série C, o Brasil empatou em 0 a 0 com o time mineiro e terminou a primeira metade da fase inicial na liderança do Grupo da competição. Agora, o Xavante, com 17 pontos, viaja até Caxias do Sul, onde no próximo sábado (1), às 19h, enfrenta o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi.

O Brasil foi intenso e dominador durante os noventas minutos. Se o time rubro-negro estava brilhando na construção das jogadas, o goleiro Glaysson, do Tupi, salvava os mineiros sob as traves do Bento Freitas. Em diversas jogadas, foi ele quem evitou que a artilharia Xavante balançasse as redes no jogo deste domingo. Leandrão chegou a acertar o travessão do Tupi, na etapa final.

A Maior e Mais Fiel deixou o Bento Freitas com a sensação de felicidade. Embora não tenha vindo a vitória, mais um ponto somado na Série C deixa o Brasil na condição de líder do Grupo B, com 17 pontos. No próximo sábado, em Caxias, enfrenta o Juventude, que também tem 17 pontos, em um jogo que vale muito para o Xavante na competição.

O JOGO

Com três minutos de bola rolando, o Brasil trocou passes e Márcio Hahn cruzou para a área, Leandrão correu atrás da bola e fez novo cruzamento, a zaga do Tupi afastou como deu. No minuto seguinte, Xaro cobrou falta para a área, Leandro Camilo escorou e Leandrão concluiu, Glaysson salvou o gol Xavante. A jogada foi anulada pelo árbitro, mas o goleiro do Tupi já mostrava que seria um dos destaques da partida. Leandrão, aos 10, tocou para Cleiton. O meia fez boa jogada e cruzou, a zaga conseguiu mandar para escanteio.

O Tupi chegou com perigo aos 20 minutos do primeiro tempo, quando Osmar cruzou para Daniel Morais cabecear para fora. Foi a única chance do time mineiro na partida. Aos 25, a zaga do Tupi cortou - duas vezes - cruzamentos que levavam perigo ao gol de Glaysson. Em um deles,  a bola foi para escanteio. Na cobrança, Xaro colocou na cabeça de Leandro Camilo. O zagueiro subiu alto e o goleiro mineiro fez um verdadeiro milagre.

Glaysson faria, aos 27, novo milagre. Depois da zaga cortar cruzamento de Xaro, a bola sobrou para Alex Amado. O baixinho dominou a bola fora da área e bate firme. Ela tinha a direção do ângulo direito do camisa 1 do Tupi, que se esticou todo e mandou para escanteio. Aos 42, Alex Amado roubou a bola na defesa, partiu em contra-ataque, deixou cinco marcadores pra trás e rolou para Cleiton. O meia chutou rasteiro e viu a bola passar perto da trave direita de Glaysson.

Na segunda etapa, Xaro, logo no primeiro minuto, tocou para Alex Amado. O baixinho invadiu a área e chutou firme e advinhem? Glaysson salvou mais uma vez. Aos 10, Leandrão lançou Amado, ele  chutou no goleiro Glaysson - que havia deixado o gol desesperadamente - e a bola sobrou para Márcio Hahn. O camisa 10 empurrou para as redes, mas o trio de arbitragem marcou impedimento de Amado na origem do lance.

Aos 16, o lance que gerou mais polêmica na torcida Xavante. Xaro cobrou lateral para a área e Leandrão foi visivelmente agarrado dentro da área. Penalidade não marcada pela arbitragem. Aos 19, Xaro pega rebote, fora da área, e chuta rasteiro. Glaysson salva. Na sobra, Leandrão cruza e a zaga do Tupi tira sobre a linha. Leandrão, aos 28, tentou chute rasteiro e o goleiro mineiro salvou mais uma vez.

Já aos 33, Felipe Garcia escorou a bola para Xaro chutar da entrada da área e Glaysson mandar para escanteio. Na cobrança, Márcio Jonatan cabeceia pelo lado esquerdo do gol. Dois minutos depois, Felipe Garcia tocou para Leandrão. O centroavante ajeitou a bola e mandou um foguete no travessão de Glaysson. No rebote, Cleiton, dentro da área, tentou marcar o gol, mas diversos jogadores mineiros se jogaram na bola, evitando que ela chegasse as redes.

Márcio Jonatan, aos 40, aproveitou cobrança de escanteio de Wender e cabeceou para fora. No minuto seguinte, o atacante chegou antes de Glaysson na jogada e com um leve toque de cabeça tentou encobrir o goleiro mineiro, que se recuperou e ficou com a bola. No último lance de perigo do jogo, Xaro cobrou falta e Leandro Camilo, na segunda trave, desviou por cima.

FOTO: Jonathan Silva / GEB

Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: