Não deu para o Kindermann. Buscando reverter a diferença de três gols tomada no primeiro jogo, a equipe comandada por Marcelo Figério viu a Ferroviária se tornar campeã do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino neste domingo (30 de novembro) depois de uma nova derrota, dessa vez por 5 a 3.

Em casa, na Arena da Fonte, em Araraquara, a Ferroviária começou a partida atacando, enquanto o Kindermann tentava a chance nos contra-ataques. Logo aos oito minutos, a atacante da Ferroviária Rafa Travalão ficou livre e avançou até a grande área, passando a bola para a meia-campista Raquel, que não conseguiu finalizar. Três minutos depois do primeiro lance preocupante da partida, Raquel e Rafa assustaram novamente a zaga rival, com um chute da meia de fora da área.

Depois de desperdiçar duas boas chances, Raquel balançou a rede aos 23 minutos do primeiro tempo, quando, livre pela esquerda, bateu por cima da goleira Bárbara e fez as estruturas da Arena da Fonte tremerem. O Kindermann reagiu aos 27, no momento em que Cacau recebeu a bola na entrada da área e finalizou sem chances para a arqueira Luciana, revidando o placar para o time catarinense.


Dali em diante, faltavam mais quatro gols para as visitantes conseguirem o título nacional. Missão difícil, que foi atrapalhada pela atacante Rafa Travalão, ao chutar de longe e deixar a Ferroviária em vantagem. Instantes depois, em cobrança de falta ensaiada, a equipe da casa quase marcou novamente, assustando o tricolor de Santa Catarina.

Para reagir, as visitantes repetiram a receita do primeiro tento e conseguiram igualar o placar. Andressina passou a bola e Gabi Portilho encobriu a goleira Luciana para empatar a partida. A Ferroviária não demorou para recuperar a ponta com um novo gol de Raquel em parceria com Rafa Travalão, outra reprise de um lance anterior. Sozinha dentro da área, a meia finalizou após receber a bola pela direita dos pés da companheira de elenco.

Acreditando na virada, Marcelo Figério fez duas alterações na equipe durante o intervalo, escalando Dulce e Mayara para o time titular. As mudanças, porém, não tiveram efeito e já aos dois minutos do segundo tempo, Rafa Travalão cruzou pela esquerda e Adriane Nenê fez o seu primeiro na partida.

Em plena vantagem, a equipe mandante continuou pressionando. Adriane Nenê chutou na trave e Rafa teve uma boa chance aos 22, mas desperdiçou chutando em cima de Bárbara. Cinco minutos depois, Raquel carregou a bola do meio de campo e foi parada na hora da finalização. Nenê esbaldou-se com o rebote e chutou no canto do gol, fazendo o quinto.

Camilinha, camisa 9 do Kindermann, foi a responsável por fechar o placar da partida aos 41 minutos. Assim, em um confronto movimentado, a equipe paulista não deixou as visitantes retomarem o placar e, em um duelo de 5 a 3, conquistaram o título do Brasileirão Feminino Caixa. 

Via Fox Sports
Fotos: Rodrigo Corsi -FPF

www.femininodobrasil.com
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: