O estado do Mato Grosso tem uma grande colônia de gaúchos que foram aventurar-se no centro-oeste. E foi assim, sentindo-se em casa - com exceção do forte calor matogrossense - que o Brasil conseguiu um importante resultado na sua caminhada rumo à Série C do Campeonato Brasileiro. Jogando no estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra, os comandados do técnico Rogério Zimmermann empataram em 0 a 0 com o Operário de Várzea Grande, na tarde deste domingo (28), em um jogo onde os gaúchos tiveram grandes oportunidades de balançar as redes. Agora, a vaga nas quartas de final da Série D será decidida no Caldeirão. No próximo sábado (4), às 20h, a Maior e Mais Fiel lotará o Bento Freitas para empurrar os guerreiros Xavantes em busca da classificação.

O Brasil não quis tomar conhecimento do Operário e partiu logo pra cima do adversário. Logo aos 2 minutos, Nena recebeu Washington e chutou sobre o gol de Igor. Aos 10, foi a vez de Alex Amado receber passe de Cirilo, dominar e bater forte, mas a bola saiu pela linha de fundo. Já as 22 foi a vez do Operário chegar ao gol do Brasil. Renan aproveitou a sobra de bola e bateu sobre o gol de Martini. O goleiro Xavante foi crucial ao defender falta cobrada por Jackson, aos 35 minutos da etapa inicial.

O segundo tempo começou com o Brasil novamente pressionando. Aos três minutos, grande jogada de Felipe Garcia. Ele entrou na área e chutou cruzado, o goleiro Igor fez grande defesa com os pés, evitando a abertura do placar. Já aos 8, Eduardo Martini foi quem fez uma grande defesa. Laionel aproveitou cruzamento da esquerda e o goleiro Xavante fez boa defesa. A torcida Xavante presente no Dutrinha ficou eufórica com a cobrança de falta de Rafael Forster, aos 18 minutos. O lateral cobrou falta frontal com muita força, a bola explodiu no travessão do Operário e quicou sobre a linha de Igor.

Em contra-ataque, aos 23, Chicão tocou para Nena, que girou e chutou para fora. Aos 30 minutos, Felipe Garcia foi derrubado na área e o árbitro da partida não marcou a clara penalidade. Cinco minutos depois, O Brasil partiu em outro contra-ataque com Chicão e Nena. Desta vez foi o atacante quem tocou para o meia, que cortou a zaga e chutou. A bola ia entrando quando a defesa do Operário salvou sobre a linha.

O seis minutos de acréscimos foram eletrizantes devido a expulsão de Wadson do Operário, depois de agredir Éder. Aos 46, Forster cobrou falta, Nena subiu alto, cabeceou e Igor fez um milagre para salvar os donos da casa. Aos 50, porém, Eduardo Martini foi quem cravou o seu nome no jogo e decretou o empate na partida. Ele fez uma defesa espetacular depois de uma cobrança frontal.

Com a igualdade no placar, o Brasil traz para o Bento Freitas a vantagem de disputar a vaga diante da Maior e Mais Fiel. Com uma vitória simples, o rubro-negro estará nas quartas de final da Série D. Por isso, a presença da torcida Xavante é fundamental para empurrar os guerreiros em busca da classificação. Todos os rubro-negros já têm compromisso para o próximo sábado (4), às 20h: é hora de estar no Caldeirão.

 FOTO: Carlos Insaurriaga / GEB

Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: