Nunes, o Soldado Xavante, marcou o gol rubro-negro na vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo, em partida válida pela Copa Fernandão

Ele já foi o homem da Batalha dos Aflitos, agora é também o homem da Batalha do Aldo Dapuzzo. Em um jogo que ficou marcado pelas péssimas condições do gramado e da fraca atuação do árbitro Gilmar dos Santos, Nunes foi o nome da partida ao marcar o gol da vitória Xavante por 1 a 0 sobre o São Paulo de Rio Grande. Embora o mando de campo fosse rubro-negro, o jogo foi na cidade riograndina, na partida válida pela primeira fase da Copa Fernandão. A volta está marcada para terça (12), às 20h30, no estádio Bento Freitas.

Antes de começar a partida, as condições do gramado do estádio Aldo Dapuzzo indicavam que a bola pouco rolaria. E quando o apito soou pela primeira vez, a preocupação se confirmou. Para suprir as dificuldades, as duas equipes buscavam de todas as formas burlar os obstáculos e chegar ao gol adversário. O único lance de perigo da primeira etapa foi aos 9, Brock cruzou a bola para a área, Gustavo Papa disputou ela no alto e Éder concluiu para fora.

Já a segunda etapa começou com muito mais movimentação. Logo aos cinco minutos, Dudu Mandai entrou na área do Brasil e chutou. Anderson fez boa defesa e mandou para escanteio. Aos 11, novamente Dudu Mandai. Ele construiu boa jogada e tocou para Diego chutar e Anderson fazer nova defesa. Aos 25, a resposta Xavante. Léo Dias foi à linha de fundo e cruzou para Gustavo Papa, na segunda trave, cabecear. A bola desviou nas costas do zagueiro e foi pela linha de fundo.

Mas aos 27 minutos a história do jogo seria escrita. Nunes, o volante que já enfrentou diversas batalhas, encarnou o apelido dado pelos companheiros de equipe e como um Soldado Xavante balançou as redes adversárias. O lance do gol saiu dos pés de Gustavinho. O garoto cobrou escanteio, Fernando Cardozo escorou para o meio da área, Gustavo Papa e Márcio Hahn disputaram com o goleiro adversário e a bola sobrou nos pés de Nunes. O soldado mandou uma bomba com o pé direito e fuzilou as redes riograndinas. Na comemoração, ele honrou o apelido e comemorou prestando continência aos companheiros. Brasil 1 a 0.

Aos 35, confusão na área Xavante e Mano Garcia tentou empatar o jogo, mas Anderson fez outra grande defesa. Aos 39, Gustavo Papa dominou a bola na linha lateral e foi agredido com um violento carrinho de  Mancha. Cartão vermelho para o garoto do São Paulo, que ainda assustou o Brasil aos 44 minutos. A bola chegou na área rubro-negra, Mano Garcia cabeceou na trave e no rebote Márcio Reis tentou empurrar para o gol, mas Wender, sobre a linha, evitou o gol de empate.

Em um jogo em que precisou enfrentar o adversário, o árbitro e o gramado, o Brasil saiu vitorioso graças ao gol do seu soldado Nunes. O resultado dá a vantagem do empate para o rubro-negro seguir adiante na Copa Fernandão. A próxima partida é na terça (12), às 20h30, no Bento Freitas, contra o mesmo São Paulo, no jogo da volta da primeira fase da competição.

FOTO: Italo Santos / GEB

Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: