Uruguai vence Inglaterra por 2 a 1 com atuação brilhante de Suárez


O atacante Luis Suárez fez a diferença nesta quinta-feira (19) na vitória do Uruguai sobre a Inglaterra por 2 a 1. Enquanto a seleção sul-americana ganha novo fôlego depois da derrota na primeira rodada diante da Costa Rica, a equipe europeia, com a segunda derrota, fica em situação muito difícil e perto da eliminação. “Foi um jogo dramático. O Uruguai mostrou raça para vencer”, comentou Orlando Duarte, pelas rádios EBC.


O jogo – O clássico começou bastante equilibrado e a primeira grande chance criada foi aos nove minutos, quando Sturridge puxou um contra-ataque. Para evitar o avanço, Godin bateu com a mão na bola e levou amarelo pouco antes da entrada da área. Rooney bateu a falta e a bola passou muito perto do gol de Muslera. A Inglaterra passou a ter maior domínio das ações. Uruguai apostava em lançamentos para Luis Suarez e Cavani.

Nos 20 primeiros minutos, o time inglês tinha mais posse de bola (56%), mas não conseguia invadir a defesa adversária. O Uruguai tinha também dificuldades e apenas aos 25 minutos Cavani conseguiu chutar com perigo após cobrança de escanteio.
Mas as boas oportunidades saíam das bolas paradas. O Uruguai, em 25 minutos, já havia cometido seis faltas. Numa delas, quase abriu o placar, quando Gerrard alçou a bola na área e Rooney cabeceou na trave. A Inglaterra continuava no ataque, mas sofreu um duro golpe aos 38 minutos.

Em um contra-ataque puxado por Lodeiro, a bola chegou em Cavani que, com muita categoria, cruzou para Suarez. O craque do Uruguai cabeceou no canto direito do gol de Hard. Em seguida, a Inglaterra tentou responder, mas o chute de Sturridge parou em Muslera.
O primeiro tempo terminou com 60% de posse de bola para a Inglaterra, mas o Uruguai conseguiu sair na frente. “Os craques uruguaios fizeram a diferença. O Uruguai tem boa movimentação e marca bem e o time inglês teve dificuldades na defesa”, comentou Waldir Luiz, das rádios EBC. Para Orlando Duarte, o jogo era de grande qualidade. “São times que representam bem a garra na Copa”, disse.

Segundo tempo - De forma surpreendente, quem partiu para o ataque foi o Uruguai que, quase fez o segundo gol com Cavani. O atacante chegou na cara do gol e tentou tocar no canto esquerdo de Hart. Mas a bola saiu por pouco.

A Inglaterra respondeu em seguida quando Baines cruzou para a esquerda e a bola chegou para Rooney. O atacante pôde se equilibrar para chutar forte. Muslera fez grande defesa. Isso tudo aos oito minutos. O goleiro uruguaio teria participação de destaque em pelo menos dois lances seguidos. A Inglaterra tentava, de novo, pressionar, principalmente com cruzamentos, mas a defesa conseguia resistir. Rooney recuou para ajudar na armação das jogadas, o que fez com que o Uruguai recuasse inteiro a partir 20 minutos.

De tanto pressionar, a Inglaterra conseguiu chegar ao gol aos 29 minutos, depois de jogada do lateral direito Johnson. Ele dividiu com a zaga e cruzou para a área. Coube a Rooney apenas tocar para fazer o seu primeiro gol em copas.
O empate deixou o jogo aberto e ainda mais emocionante. As duas equipes partiram para o ataque. O Uruguai, antes trancado, conseguiu sair mais.

Aos 39 minutos, Luis Suarez recebeu sozinho depois que Cavani resvalou na bola. O atacante invadiu a área e chutou firme para fazer um belo gol, o segundo dele e da equipe na partida. Assim o Uruguai venceu o jogo por 2 a 1, mesmo tendo apenas 42% da posse de bola. 
Na última rodada, Uruguai enfrenta a Itália em Natal (RN), e a Inglaterra joga contra a Costa Rica, em Belo Horizonte (MG). Os dois jogos são na terça, 24. 
  

Uruguai 2 X 1 Inglaterra

Estádio: Itaquerão, em São Paulo (SP)
Árbitro: Carlos Velasco Carballo (Espanha)
Auxiliares: Roberto Alonso Fernandezo e por Juan Yuste (Canadá)
Gols: Luis Suárez (Uruguai, aos 38 minutos do 1T e aos 39 minutos do 2T), e Rooney (aos 29 do 2 T)

Cartões amarelos: Godín (Uruguai); Gerrard (Inglaterra)
Inglaterra: Hart; Johnson, Cahill, Jagielka e Baines; Gerrard, Henderson (Lambert) e Rooney; Welbeck (Lallana), Sterling (Barkley) e Sturridge. 
Uruguai: Muslera; Martín Cáceres, Giménez, Diego Godín  e Álvaro Pereira; Álvaro González (Fucile),  Arévalo Ríos, Lodeiro (Stuani) e Cristian Rodríguez; Edinson Cavani e Luis Suárez. 

  • Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0

Luiz Claudio Ferreira - Portal EBC
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: