A Holanda venceu o México, neste domingo (28), por 2 a 1, em um final de jogo emocionante. Até os 42 minutos do segundo tempo, a seleção europeia, um dos destaques da fase de grupos, estava eliminada. Perdia o jogo para o México por 1 a 0 (gol de Giovani dos Santos) depois de ser dominada em grande parte do jogo. No entanto, o melhor ataque da competição mostrou que é um dos favoritos ao título. Em boa partida de Robben, foi decisivo para os gols de Sneijder e Huntelaar, de pênalti, aos 48 do segundo tempo. Agora, a Holanda espera o vencedor de Grécia e Costa Rica nas quartas de final. A torcida do México no Castelão, que apoiou a partida o tempo inteiro, ficou inconsolável com o apito final.

O jogo – Quando a partida começou, Fortaleza marcava temperatura de 31 graus centígrados, mas o jogo começou com intensa disputa. Os dois primeiros chutes no gol foram do México, de Layún, que chegava pela esquerda. Aos 13, o mesmo jogador conseguiu cruzar forte para a área. Giovani dos Santos não conseguiu chegar.  Pela direita, o México também criava chances, duas vezes com Herrera (aos 16 e aos 19 minutos). Uma vez com uma batida rasteira, após jogada de Peralta, e depois de cabeça, quando dois holandeses ergueram o pé para evitar o gol.

As jogadas mais perigosas eram do México. A posse de bola era igual. Mas a Holanda só chutou aos 26 minutos com Van Persie depois de lançamento para a área. Mesmo assim, Ochoa não tinha feito nenhuma defesa. A Holanda sentia o calor e era dominado. Aos 31, o juiz português Pedro Proença parou o jogo para hidratação por três minutos. A parada não mudou as estratégias. A Holanda passou a cadenciar mais a partida, mas, no primeiro tempo, ainda tomou um susto quando o goleiro  Cillessen fez ótima defesa depois de chute de Giovani dos Santos.

Foi só aos 46 minutos que a Holanda teve uma chance real. Graças a uma saída errada de bola da zaga mexicana. Van Persie dominou, avançou e lançou Robben que, dentro da área, acabou caindo após dividida com Moreno e Rafa Márquez. O juiz português não marcou nada.

Para os comentaristas das rádios públicas, Orlando Duarte e Jorge Ramos, o México teve os melhores momentos na partida, mas destacaram que a Holanda possivelmente se guardou, mas conseguiu segurar o ataque adversário. Com a diminuição da temperatura, poderia ter mais chances.

2º tempo emocionante
Mas não foi o que aconteceu no início do segundo tempo.  O México tocava rápido e a Holanda passou a ter dificuldades até em marcar. Aos três minutos, Giovani dos Santos acertou um chute forte de fora da área para abrir o placar. A bola entrou junto à trave esquerda de Cillessen.

O gol despertou a Holanda e Ochoa teve que entrar em ação aos 12 minutos. O goleiro mexicano fez uma defesa impressionante depois de chute á queima roupa de De Vrij, que bateu de primeira após escanteio. A bola ainda bateu na trave. No lance seguinte, Robben avançou pela direita e ajeitou bem para Sneijder. A bola ainda bateu na zaga antes de passar com muito perigo perto do travessão. O México recuava e era acuado pela seleção europeia. De tanto tentar, a Holanda conseguiu o empate aos 42 minutos. Depois de cobrança de escanteio, Huntelaar escorou para trás e Sneijder chutou forte. Ochoa não teve chance. Quatro minutos depois, Robben arrancou novamente pela direita, driblou dois e foi derrubado na área. O juiz marcou o pênalti para desespero dos mexicanos. Huntelaar bateu bem e virou o jogo. O México ainda tentou empatar, mas não havia mais tempo, para desespero da torcida atônita. 

Ficha do jogo
29 de junho de 2014 - Castelão - Fortaleza
Holanda 2 X 1 México
Holanda: Cillessen, Verhaegh (Depay), De Vrij, Vlaar e Kuyt, De Jong (Indi), Blind, Wijnaldum e Sneijder, Robben e Van Persie (Huntelaar). Técnico: Louis van Gaal
México: Ochoa, Maza Rodríguez, Rafa Márquez, Héctor Moreno (Reyes) e Aguilar, Salcido, Herrera, Guardado e Layún, Giovani dos Santos (Aquino) e Oribe Peralta (Chicharito). Técnico: Miguel Herrera
Gols; Giovani dos Santos (México, aos 3 minutos do 2º tempo), Sneijder (Holanda, aos 42 minutos do segundo tempo) e Huntelaar (aos 48 minutos do segundo tempo)
Cartão amarelo: Aguilar (México)

Confira mais imagens:







  • Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0
Luiz Claudio Ferreira - Portal EBC
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: