A Bósnia-Herzegovina venceu o Irã por 3 a 1, na Fonte Nova, em Salvador (BA), e acabou com o sonho de classificação do time iraniano. A seleção do Oriente Médio precisava vencer e torcer por um tropeço da Nigéria contra a Argentina.


Com os jogos do grupo F acontecendo simultaneamente, a vitória do time argentino sobre a Nigéria favorecia o Irã. A Argentina venceu por 3 a 2, mas não adiantou: a vitória veio mesmo para o já eliminado time do leste europeu. 


Jogo - Mesmo precisando da vitória para se classificar, o time do Irã começou o jogo recuado. Em um primeiro tempo truncado, com apenas oito chaces de gol, a Bósnia foi melhor em campo, teve 66% de posse de bola e finalizou seis vezes, contra apenas duas do Irã.

O primeiro gol veio aos 23 minutos com um chute de fora da área do atacante Dzeko. O camisa 11, que joga no Manchester City, da Inglaterra, bateu de canhota, sem chances para o goleiro Haghighi.

As chances iranianas vieram logo depois do gol bósnio. Aos 24 minutos Reza chutou da entrada da área, mas bola bateu no trave. O time ainda teve aoportunidade de marcar aos 31 minutos, quando Dejagah levantou na área da Bósnia, mas o juiz marcou impedimento de Reza. No final do primeiro tempo a Bósnia teve chance de ampliar com Vrsajevic, que entrou livre na área e errou a finalização, mandando a bola para longe.

O segundo tempo foi mais disputado, mas as jogadas também foram dominadas pela equipe da Bósnia. Numa falha do zaguerio Hosseini, aos 14 minutos,  Pjanic, capitão do time da Bósnia, puxou para a esquerda e marcou o segundo gol da equipe.

A reação da equipe iraniana veio aos 37 minutos, após outra falha - desta vez da zaga Bósnia. Hosseini cruzou para o atacante Reza marcar o primeiro e único gol do Irã nesta Copa. O gol animou a torcida iraniana, que fez a festa na Fonte Nova.

Um minuto depois, Vrsajevic entrou pelo lado direito da área iraniana e bateu no canto do goleiro Haghighi para ampliar o placar. O gol do meio-campista bósnio fechou o placar para a tristeza da torcida iraniana, que, em maioria na Fonte Nova, incentivou o time durante toda a partida.

Campanhas
A Bósnia volta para casa com duas derrotas e uma vitória. Perdeu os dois primeiros jogos, na estréia de 2 a1 contra Argentina, e de 1 a 0 contra a Nigéria. Venceu o terceiro jogo contra o Irã, já desclassificado.

O Irã começou o jogo com uma campanha melhor do que a de seu adversáio. Empatou com a Nigéria em 0 a 0 no primeiro jogo do Mundial, e perdeu de 1 a 0 para Argentina.

Com o final dos confrontos, Argentina e Nigéria se classificaram para as oitavas de final. Bósnia e Irã voltam para casa.

Ficha do jogo

Bósnia 3 x 1 Irã
Data: 25 de junho de 2014
Horário: 13h
Estádio: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Árbitro: Carlos Velasco (ESP)
Auxiliares: Roberto Alonso Fernandez (ESP), Juan Yuste (ESP) e Enrique Osses (CHI)

Bósnia: Begovic, Vrsajevic, Spahic, Kolasinac, Besic, Pjanic,  Ibisevic, Dzeko (Visca), Sucic (Salihovic), Sunjic, Hadzic (Vranjes)  | Técnico: Safet Susic

Irã: Haghighi, Haji Safi (Alireza), Hosseini, Sadeghi, Javad Nekounam, Masoud Shojaei (Haydari) , Andranik, Montazeri, Reza Ghoochannejhad, Dejagah (Ansarifard) e Mehrdad Pooladi | Técnico: Carlos Queiroz
Cartões:Besic (Bósnia) Ansarifard (Irã)
Gols: Dzeko (23' 1ºT), Vrsajevic (14 '2ºT), Haghighi (38' 2ºT) marcaam  para a Bósnia e Reza (37' 2ºT) marcou para o Irã.

Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0 
EBC
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: