Foi um dia de muitas lágrimas: das anfitriãs costa-riquenhas, que não conseguiram somar nenhum ponto para se despedir em alta de sua animada torcida, e das alemãs, que foram eliminadas inesperadamente ao perder da Coreia do Norte. Mas também houve sorrisos: das canadenses, aliviadas após a angustiante vitória sobre Gana, e de Chanda Grace, a atacante zambiana que marcou o gol da vitória de sua seleção, a primeira do país em Mundiais. Mas teve até quem combinou lágrimas e sorrisos, como uma emocionada torcedora venezuelana.
ResultadosGrupo AZâmbia 2 x 1 Costa Rica
Venezuela 1 x 0 Itália
Grupo BCanadá 2 x 1 Gana
Coreia do Norte 4 x 3 Alemanha
Momentos marcantesEntre irmãsMarie Levasseur ficou de fora do empate do Canadá em 1 a 1 com a Coreia do Norte por lesão, mas não poderia ter voltado ao gramado em melhor forma. Foram dela os dois gols da vitória canadense sobre Gana, que garantiu a vaga nas quartas de final. No segundo deles, sua irmã gêmea Catherine chamou a atenção das câmeras por sua efusiva comemoração na arquibancada.
Virada históricaFoi a primeira vez que se viu uma recuperação tão difícil quanto esta na história do Mundial Feminino Sub-17. As norte-coreanas perdiam por 3 a 0 para ninguém menos do que a Alemanha, mas acabaram vencendo por 4 a 3. E o público agradeceu tamanha façanha com uma explosão de música na arquibancada. Justo quando Ri Ji Hyang marcou o quarto gol, um grupo de trompetes e tambores entrou, animando a torcida e esquentando o ambiente no Estádio Ricardo Saprissa Aymá.
Com tudoTrês jogos, quatro gols e duas assistências. A atacante venezuelana Deyna Castellanos está em grande fase e já foi eleita duas vezes a melhor jogadora da partida. Contra a Itália, apenas um minuto depois do reinício do encontro, ela recebeu um lançamento longo na corrida e, depois de a bola quicar, chutou de primeira. Mais tarde, a jovem, admiradora de seu compatriota Juan Arango, comemorou da maneira habitual: as mãos sobre o peito, formando um coração, seguido de um beijo lançado ao ar e recebido na arquibancada por sua mãe, que devolveu o gesto com os olhos lacrimejantes de tanta emoção.
O número
– É a primeira vez que a Coreia do Norte cai na fase de grupos da Copa do Mundo Feminina Sub-17 da FIFA. Antes, sua pior campanha tinha sido em Trinidad e Tobago 2010, quando chegou até as quartas de final. Também nunca uma seleção feminina alemã havia sido eliminada na primeira fase de qualquer Mundial.
O que eles disseram"As garotas fizeram um grande esforço, mas as coisas não deram certo. Além disso, tivemos o azar do lance da goleira. Também acho que esta foi uma grande experiência – para o país, como organizador, e para as garotas, porque este é o primeiro passo para o grande futuro que as espera. Ganharam muita experiência para o Mundial Sub-20, para o qual muitas delas poderão ser convocadas".
Juan Diego Quesada, técnico da Costa Rica
Próxima rodadaQuartas de finalEstádio Nacional de San José, quinta-feira, 27 de março
Venezuela x Canadá, 14h
Gana x Itália, 17h


Via: Fifa.com
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: