Xavante vence o Novo Hamburgo e está classificado às semifinais do Gauchão. A vitória garantiu, também, a vaga na Série D do Brasileirão


Como não poderia ser diferente, o jogo entre Brasil e Novo Hamburgo, na noite deste sábado (22), no Bento Freitas, foi emocionante. Todos os elementos presentes na disputa mexiam com os ânimos dos Xavantes. Mas o resultado, também, não poderia ser outro: vitória rubro-negra e vaga às semifinais do Gauchão. Rafael Forster e Alex Amado marcaram os gols da partida. Agora, o Brasil espera o próximo adversário, que sai do confronto entre Grêmio e Juventude. A vitória trouxe outro motivo para comemoração na Baixada: a vaga na Série D do Brasileiro está garantida.

Foi um primeiro tempo disputado. As duas equipes queriam balançar as redes, mas não deixavam de cuidar o sistema defensivo. E foi aos 23 minutos que, em um golaço, Rafael Forster venceu o bloqueio do Nóia e fez a Maior e Mais Fiel sacudir as arquibancadas do Bento Freitas.

Já na etapa final, o Brasil soube marcar com muito primor e atacar nos momentos certos. Aos 38 minutos, viu Luiz Muller fazer uma defesa espetacular, onde, com os pés, ele evitou o gol da equipe adversária. Ainda teve tempo de ver, aos 50, o goleiro Max aventurar-se na área Xavante e deixar o gol livre para Alex Amado, depois de correr todo o campo com a bola, invadir o gol adversário, dar números finais a partida e garantir o Brasil nas semifinais do Gauchão 2014.

Pensando jogo a jogo e fazendo de cada partida uma final, o Brasil foi atingindo os seus objetivos na competição. Depois de assegurar a permanência na elite do Gauchão, em 2015, conseguir a classificação para as fases finais do certame, o Brasil agora pode comemorar a obtenção da vaga à Série D do Brasileirão.

O JOGO

Como não poderia ser diferente, a disputa pela vaga na semifinal do Gauchão começou acirrada. O primeiro lance de maior destaque no jogo foi a substituição de Túlio Souza. O meia sentiu dores na perna e precisou ser substituído por Márcio Hahn. A entrada de Hahn possibilitou que, no minuto seguinte, ele lançasse Alex Amado. O baixinho, em velocidade, dominou a bola e driblou o zagueiro Zé Carlos. Sem ter o que fazer, o jogador do Nóia abraçou o atacante Xavante, dentro da área. Pênalti que o árbitro Márcio Chagas da Silva não marcou.

Aos 22 minutos, a torcida Xavante pode ensaiar o grito de gol. Depois de um escanteio, a zaga do Novo Hamburgo cortou parcialmente a bola e ela sobrou para Cleiton. O meia tocou para  Nena, que foi derrubado na entrada da área. Falta para Rafael Forster cobrar. O lateral Xavante ajeitou a bola com carinho, concentrou-se, olhou fixamente para o gol de Max e, recebendo as energias mais positivas das arquibancadas do Bento Freitas, mandou uma bomba no ângulo direito do goleiro da equipe do Vale. Festa na Baixada. Brasil 1 a 0.

Aos 37, Forster cobrou escanteio pela direita de ataque e Ricardo Bierhals concluiu, na segunda trave. A zaga adversária conseguiu mandar a bola para escanteio, evitando o segundo gol Xavante. Aos 41, Forster cobrou novamente uma falta com perigo. Desta vez, Max conseguiu mandar a bola para escanteio.

A segunda etapa começou com Douglas, aos 4 minutos, arriscando de fora da área, sem perigos ao gol de Luiz Muller. Aos 9, Cleiton tabelou com Alex Amado, gingou na frente dos marcadores e bateu para fora. Aos 20, Wender cobrou lateral, a zaga do Nóia cortou parcialmente e a bola sobrou, novamente, para Wender. O lateral Xavante chutou de fora e quase marcou um golaço.

Wender, aos 23, cobrou lateral e Washington desviou de cabeça para defesa de Max. Um minuto depois, aos 24, em contra ataque rápido, Márcio Hahn lançou Nena, que escorou para Cleiton. O camisa 7 Xavante chutou de fora da área e a bola passou raspando a trave direita de Max. Aos 29, Alex Amado recebeu a bola na lateral direita do campo e, em velocidade, foi driblando os adversários do Novo Hamburgo, em direção ao gol. De fora da área, ele bateu e viu a bola raspar o travessão do goleiro do Nóia.

Não era um jogo fácil para o Brasil. E a concentração e empenho dos atletas Xavantes permitiam que, mesmo nas dificuldades, a garra superasse qualquer outra coisa. E aos 38, depois de um chute de Douglas, Luiz Muller defendeu parcialmente e Jonatas Belusso chegou concluindo para o gol. Só que diante dele tinha uma muralha, a Muralha Xavante. Luiz Muller, com os pés, salvou a bola e gritou bravamente, junto com a Maior e Mais Fiel: essa vaga é nossa. Eles estavam certos.

Aos 50, em um escanteio pela direita de ataque, o goleiro Max se aventurou na área Xavante. A zaga do Brasil conseguiu cortar o cruzamento e Alex Amado, do campo de defesa rubro-negro, partiu em velocidade, driblou um marcador e entrou com bola e tudo. Brasil 2 a 0.

Assim como o gol do baixinho artilheiro, o Brasil, arrasador, venceu mais uma partida na competição, chegou as semifinais do Gauchão, garantiu a vaga no Campeonato Brasileiro da Série D e segue em busca de voos altos no certame estadual.


Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil


Rafael Foster

ficha técnica


Local: estádio Bento Freitas



Arbitragem: Marcio Chagas da Silva, auxiliado por Marcelo Barison e Paulo Ricardo Conceição

Gol: Rafael Forster aos 23 minutos do primeiro tempo

Brasil: Luiz Muller; Wender, Ricardo Bierhals, Ricardo Schneider e Rafael Forster; Leandro Leite, Washington, Cleiton(Fernando Cardozo), Túlio Souza(Márcio Hahn); Alex Amado e Nena(Gustavo Papa); técnico: Rogério Zimmermann


Novo Hamburgo: Max; Chicao, Zé Carlos, Fred e Peixoto(Jonathan Belusso); Magno(Eliomar), Preto, Zé Rafael e Paulinho; Lucas Santos e Douglas; técnico: Itamar Schulle






Fotos : (Safergs Pelotas - Italo Santos / GEB - Reprodução TV Com )
Vídeos : (Assessoria Brasil - Prof. Cristian Silva )
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: