Com o gramado do Estádio Aldo Dapuzzo alagado, Brasil empata em 0 a 0 com o São Paulo e mantém a invencibilidade no Gauchão

Não havia espaços para a bola rolar na noite desta quarta (12), no jogo entre Brasil e São Paulo. O gramado do Estádio Aldo Dapuzzo estava completamente encharcado e, com isso, não foram poucas as dificuldades dos atletas na tentativa de driblar as poças d'água. E o resultado traduziu o que poderia ser feito: empate sem gols. A partida era válida pela segunda rodada do Gauchão, adiada em virtude de problemas no estádio riograndino.

Antes da partida iniciar, o que se via no Estádio Aldo Dapuzzo era a correria dos funcionários na tentativa de diminuir a quantidade de água no gramado. Baldes, colchões, tábuas e areia foram alguns elementos usados pelos riograndino. Com a bola rolando ou pelo menos com os jogadores tentando rolá-la, o Brasil teve as melhores oportunidades de gol na partida. Logo no começo do jogo, aos 3 minutos,  Túlio Souza dominou a bola no meio do campo, percebeu que o goleiro Pablo estava adiantado e mandou uma bomba para o gol. A bola passou próximo ao gol da equipe caturrita.

Aos 5, na única oportunidade do São Paulo na partida, Luiz Muller brilhou. O atacante Ray aproveitou que a bola parou na água e, de frente para a Muralha Xavante, chutou para o gol e viu o goleiro rubro-negro se agigantar e fazer a defesa. Durante todo o primeiro tempo o que se via eram faltas, bolas paradas e muita disputa nas poças d'água. Aos 40, Rafael Forster tocou para Cleiton que, com um toque leve, driblou o marcador e chutou forte para o gol. A bola passou raspando a trave direita de Pablo, sacudindo a Maior e Mais Fiel presente no estádio.

Se o primeiro tempo começou com o Brasil assustando, a segunda etapa também. Aos 3, Rafael Forster cobrou falta com perigo e obrigou o goleiro Pablo a espalmar a bola para longe. O mesmo Forster, aos 35, evitou que o cruzamento de Correia chegasse a algum jogador adversário. Um minuto depois, Cleiton arriscou um chute de longe e levou perigo ao gol de Pablo. Aos 41, novamente Forster na jogada. Desta vez, o lateral Xavante cobrou falta para a área e viu Léo Dias cabecear para fora.

E assim, com o campo encharcado, Brasil e São Paulo não saíram do zero. Com o resultado, o Brasil chegou ao 15° ponto na competição e manteve-se na segunda posição do Grupo A e também na vice-liderança geral do campeonato. Agora o Xavante prepara-se para enfrentar o São Luiz, domingo (16), às 19 horas, no Estádio Bento Freitas. Mais uma vez é a hora da Maior e Mais Fiel lotar as arquibancadas da Baixada, cantar e apoiar durante todo o jogo, empurrando os guerreiros Xavantes para mais uma vitória.

FOTO: Carlos Insaurriaga / GEB

Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil




Parceiros Canguçu Sports
      

             

Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: