Com a vitória de 2 a 0, o rubro-negro eliminou a necessidade do jogo de volta. A partida marcou o 200° jogo de Zimmermann no comando Xavante
 
No 200° jogo de Rogério Zimmermann no comando rubro-negro, a história vitoriosa se repetiu. O Brasil venceu o Cruzeiro por 2 a 0, pela Copa Willy Sanvitto. A partida, que começou às 15h, foi realizada no Estádio Passo D'Areia, em Porto Alegre. Com os dois gols de vantagem, marcados por Gustavo Papa e Gustavinho, o Xavante eliminou a necessidade da partida de volta, no Bento Freitas, e garantiu a classificação para a próxima fase da competição.
 
O JOGO
 
O Cruzeiro até começou tentando abrir o marcador, mas foi o Brasil quem dominou o primeiro tempo de poucas oportunidades. Truncada, a primeira etapa não trazia muitas emoções aos torcedores presentes no Estádio Passo D'Areia. Cirilo, aos 13 minutos, após cobrança de falta de Tiago Rannow, cabeceou com perigo e obrigou o goleiro Fábio a mandar para escanteio. Aos 18, foi a vez de Rannow bater falta com perigo. A bola chegou a bater na rede pelo lado de fora. E assim, com apenas duas oportunidades de perigo, foi o primeiro tempo. O Brasil, mesmo com a superioridade na posse de bola, parava na defesa bem armada do Cruzeiro.
 
O segundo tempo começou diferente do que havia sido os primeiros 45 minutos. Aos 2 minutos, Júlio Abu fez boa jogada e obrigou o goleiro Luiz Muller a mandar a bola para escanteio. Aos 4, foi a vez do Brasil levar perigo. Wender escorou de cabeça para Cleiton bater firme, a bola foi desviada em Jean e saiu pela linha de fundo. Aos 15, depois de cruzamento da direita, Gustava Papa desviou de cabeça para novo desvio, dessa vez de Willian Koslowski, que deixou Wender na cara do gol. O camisa 8 Xavante, entretanto, não conseguiu abrir o marcador no Passo D'Areia.
 
Aos 19 minutos, as redes do Passo D'Areia foram balançadas. Nunes já se preparava para entrar no lugar de Tiago Rannow, quando o camisa 2 Xavante cobrou falta pelo lado esquerdo, com perfeição, na cabeça de Gustavo Papa. O camisa 9 rubro-negro subiu mais alto que todos na zaga do Cruzeiro e cabeceou para abrir o placar. Brasil 1 a 0.
 
Já no fim da partida, para liquidar o jogo e evitar o da volta Gustavinho, o estreante da tarde, marcou um golaço. O camisa 17, que havia entrado no lugar de Cleiton, recebeu passe de Éder Machado e, da intermediária, bateu forte, no canto do goleiro Fábio. Brasil 2 a 0.
 
Com o resultado, o Xavante eliminou a necessidade do jogo da volta e aguarda o adversário da próxima fase na Copa Willy Sanvitto. Após a partida, o presidente rubro-negro sorriu ao falar da vitória: "Começamos o segundo semestre como terminamos o primeiro, com vitória", brincou o mandatário. Agora o Brasil volta as atenções para o clássico Bra-Pel do próximo domingo (18) às 16h, na Baixada, válido pela estréia Xavante na Copa Sul Fronteira.
 
Ficha Técnica:
Brasil 2 x 0 Cruzeiro
Copa Willy Sanvitto - Estádio Passo D'Areia - 15h
 
Brasil: Luiz Muller; Tiago Rannow (Nunes), Cirilo, Fernando Cardozo e Rafael Foster (Ricardo Bierhals); Leandro Leite, Wender, Cleiton (Gustavinho) e Willian Koslowski; Alex Amado e Gustavo Papa (Éder Machado). Técnico: Rogério Zimmermann
 
Cruzeiro: Fábio; Jaderson, Alair, Jean e Ivan; Benhur, Otávio, Santiago (Carlos Eduardo) e Julio Abu; Mateus e Maxuell (Welder). Técnico: Jefferson Freitas
 
Gols: Gustavo Papa (19-2T) e Gustavinho (43-2T)
Cartões Amarelos: Cleiton, Wender e Nunes (B) - Otávio e Ivan (C)
 
Arbitragem: Leandro José Alflen, auxiliado por Paulo Conceição e André da Silva.

FOTOS: Carlos Insaurriaga / GEB
 
Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil
Axact

Canguçu Sports

Canguçu Sports é um blog portal voltado para as notícias esportivas da cidade de Canguçu e Zona Sul do estado do Rio Grande do Sul, criado em 2008 com intuito de facilitar a inclusão esportiva e na mídia digital é parte integrante da empresa BR PRESS. E-mail : editorresponsavel@gmail.com

Deixe um comentário:

0 comments: